Noções gerais – economia

NOÇÕES BÁSICAS Economia [PiC] Assuntos: Definições e objetivo da Economia O lado da demanda Deslocamentos da curva de demanda O lado da oferta Deslocamentos da c ors Equilíbrio de mercad to view nut*ge Referência Bibliográfi DEFINIÇÕES E OBJETI Economia: é a ciência social que estuda a produção, a circulação e o consumo dos bens e serviços utilizados para satisfazer as necessidades humanas. Bens: são ativos reais utilizados na satisfação das necessidades humanas, bem como são produzidos através da combinação de fatores produtivos e são transacionados entre os agentes economicos.

Os bens se classificam em: Não-Econômicos ou Abundantes e Econômicos. • Empresas: são pessoas jurídicas encarregadas de produzir os bens e serviços. A produção é realizada através da combinação dos fatores produtivos os quais pertencem as famílias e que são cedldos por elas mediante uma remuneração; • As famílias: são pessoas físicas, donas dos fatores de produção, que utilizam a renda advinda desses fatores para comprar os bens e serviços que são ofertados pelas empresas; • O governo: são todas as organizações que estão sob o controle do Estado (empresas públicas).

Seus objetivos não são e auferir lucro; • Resto do mundo ou setor externo: são todas as pessoas e instituições nao-residentes (famílias, empresas e governo) com quem os residentes transacionam. Mercado: é a interação que ocorre entre as forças de oferta e procura, ou seja, é o contexto onde compradores e vendedores transacionam. Preço: é a expressão monetária de um bem ou serviço. Rendas: correspondem ao preço pago pela utilização dos serviços dos fatores de produção. I Fatores Rendas I Trabalhadores Salários Proprietários de terra Aluguéis Cap. que emprestam dinheiro Juros O preço dos bens substitutos ao bem X

O preço dos bens complementares ao bem X Os hábitos e gostos dos consumidores. [pic] Existe uma condição utilizada pelos economistas para analisar os efeitos de tais fatores sob a demanda. Chama-se: Coeteris Paribus que significa que “tudo mais permanece constante”. Assumindo-se, então a condição Coeteris Paribus, a demanda de um bem X apenas em relação a seu preço é dada por: DX – f(px) Graficamente: A demanda por um bem X PAGF3rl(FS bens substitutos I Aumento no preço dos bens substitutos Aumento no preço dos bens complementares Diminuição no preço dos bens complementares Mudança desfavorá-

I Mudança favorável nos hábitos e gostos lvel dos hábitos/gostos O LADO DA OFERTA Oferta (Sx): expressa a quantidade do bem X que os vendedores desejam oferecer num determinado periodo de tempo. É determinada por: O preço do bem X Se px Sx Preço dos insumos utilizados na produção (pi) pi Sx Tecnologia (T): inovações tecnológicas reduzem o custo de se produzir X ou melhor, propiciam uma produção em maiores quantidades ao mesmo ou menores custo, tornando sua oferta mais abundante. Preços de outros bens (pz) Assumindo-se a condição de Coeteris paribus, temos: Sx = f(px) PAGF Diminuição no preço dos insumos

Aumento no preço dos insumos Diminuição no preço dos bens substitutos Aumento no preço dos bens substitutos Diminulção no preço dos bens complementares Mudança tecnológica favorável Mudança tecnológica desfavorável EQUILÍBRIO DE MERCADO O Equillbrio de Mercado ocorre quando a quantidade demandada iguala-se a quantidade ofertada de um certo bem. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA Dornbusch, Rudiger; Fischer, S. ; Begg, D. Introdução à Economia: para os cursos de Administração, Direito, Ciências Humanas e Contábeis. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. Motella, Maura. Economia passo a passo. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004.

Leave a Reply:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *