Garotas formosas – empreendedorismo

Filme Garotas Formosas – Empreendedorismo Nossa sociedade é extremamente marcada e influenciada pelas características fisicas de uma pessoa. É muito comum as vagas de emprego serem ganhas pelo candidato que possui melhor aparência física, ou seja, ser bonito, ser magro enfim ter padrões físicos que a sociedade impõem e o lado profissional do candidato fica em segundo plano. O filme Garotas Formosas nos mostra a quebra desse tabu, pois nos conta a história de uma mulher negra e com o peso fora dos adrões aceitos pela sociedade.

Essa mulher trabalha numa loja que vende somente roupas para pessoas magras e a personagem fica indignada com ta -eitada e excluída da sociedade. A pers age ento de exclusão ora desenha uma coleçã e : s gordas, mas inicialmente não enc Livo para alavancar seu empreendiment me percebeu-se a visão empreendedora da personagem, pois a mesma notou que havia mercado para esse tipo de negócio, mas não encontrou ninguém que a motivasse e desse a ela tal oportunidade. Nesse momento faltou nela o espírito do empreendedor que acredita, vai a fundo, corre atrás e da tudo de si para abrir seu empreendimento.

No desenrolar da história a personagem encontra alguém que a valonza, a re to page respeita e a ama do jeito que é, sem nenhum tipo de preconceito, e a partir desse momento a personagem começa acreditar mais no seu potencial, a se valorizar, a ter auto estima e confiar nela mesma, aí sim começa desenvolver as habilldades empreendedoras, pois a partir do momento que ela acreditou ela mesma, venceu o preconceito, e desenvolveu auto estima, encontrou habilidades e coragem para apresentar sua coleção de desenhos para a pessoa certa que com um olhar empreendedor, viu a necessidade desse mercado, buscou um novo negócio e reverteu a situação a seu favor. Para sermos empreendedores é preciso que primeiramente nos aceitamos e nos amamos do jeito que somos.

Auto- estima, otimismo e confiança são fundamentals para quebrar preconceitos e nos levar a lugares mais longes do que podemos maginar, pois empreendedor tem tudo a ver com o próprio ser, com o ego. O empreendedorismo pode e deve fazer parte de nossa rotina, do nosso dia a dia, e ele acontece quando conseguimos nos adaptar as mudanças, quando conseguimos trabalhar em equipe, quando não ficamos imutáveis, quando nos amamos do jeito que somos, quando acreditamos que nossa dedicação e empenho fazem a diferença, quando não desistimos diante dos obstáculos, quando inovamos e não medimos esforços para atingirmos os objetivos almejados.

Leave a Reply:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *