Metodologia agil

Metodologias Ágeis vem ganhando um espaço mais do que merecido no meio da comunidade, e vem sendo adotado de forma acelerada por grandes empresas, como Microsoft, Xerox, IBM, etc..

As vezes seguir a risca metodologias como RUP nem sempre é a melhor opção para as empresas que possuem um tempo escasso para entregar o software com qualidade em prazos cada vez mais curtos, foi quando nos dias 11 a 13 de Fevereiro de 2001, caras como Martin Fowler, Kent Beck, Alistair Cockburn, Ward Cunningham e Ken Schwaber se reuniram em resort de ski em Snowbird (Utah) para mudar o rumo do desenvolvimento e software, foi nesta reunião que nasceu o XP, Scrum, DSDM, Crystal, FDD, e outra “desburocratizar” o desenvolvimento d o ologias propostas ar 7 esta o Scrum idealiza p: • ue vem ganhando Sv. pe to view cada vez mais adept Esse post é um tutori ra que se interessarem no assunto recomendo o livro Agile Project Management with Scrum de Ken Schwaben OBS> Esse tutorial é fortemente baseado no documento pdf Scrum And XP From The Trenches e no livro Agile Project Management with Scrum de Ken Schwaben. O que é Scrum ? [pic] SCRIJM é uma metodologia (ou Framework de acordo com o criador Ken Schwaber) onde a espinha dorsal é que chamamos de Sprint. Que nada mais é do uma lista de objetivos ou requisitos bem definidos cujo time de desenvolvimento irá trabalhar focado em um período de 30 dias.

Papéis no Scrum ? No Scrum existem 3 papeis que devem estar bem definidos, que são: possíveis desenvolvedores, designers, consiste de I Ipara o produto e priorizar as impedimentos e trabalha para assegurar que 0 15 a 9 pessoas. Interagem com o Product I funcionalidades possíveis. Administra OI time possui a ferramentas e condições Owner para determinar o objetivo do I gacklog do Produto e assegura que o necessárias para alcançar os objetivos ISprint e priorizar as funcionalidades, IScrum Team esta trabalhando com as I estabelecidos pelo Sprint.

Realiza reuniões I quebrar o Sprint em tarefas detalhadas. tarefas certas na perspectiva do Idiárias “Daily Scrum” com o Scrum Team parao O time é auto organizável e tem a negócio. I acompanhamento das atividades. responsabilidade conjunta pelos I resultados. I [PiC] IO Product Owner é responsável por compilar todas as requisições e especificações no documento chamado Product Backlog, essas mudanças I ‘são referentes ao produto, como novas funções e correções de bugs.

As prioridades devem ser eitas durante a criação de Backlog que a equipe terá a I responsabilidade de terminar até o próximo Sprint. I [pic] Uma vez com o Sprint definido, o Scrum Master diariamente faz o “Daily Scrum”, que é uma reunião com o Scrum Team cujo propósito é eliminar qualquer impedimento. Cada integrante deve responder a 3 perguntas: 1 10 0 que você fez desde a ultima reunião ? 20 0 que você vai fazer entre esse e a próxima reunião ? 130 Tem algo impedindo você de efetuar a sua tarefa ?

Qual é o critério para decidir a história que será incluída no Sprint ? * Base da conversa ‘k Cálculo de Velocidade Base da conversa, é ideal quando a equipe nao possui histórico de sprints, ou seja, para equipes que nunca trabalharam com Scrum e não possuem dados estátiscos para realizar o calculo de velocidade. A conversa gira em torno dos desenvolvedores, onde o Scrum Master pergunta para cada membro do time quanto tempo uma atividade do Backlog demora para ser desenvolvida (em horas), e com base nisso as horas necessárias para o projeto.

Quando já passou por alguns ciclos com Sprints, é utilizado o Cálculo de Velocidade é uma medida em cima do “total do trabalho feito”, onde cada item recebe um peso de acordo com a sua estimativa inicial. AIGF3rl(F7 nos últimos Sprints ? Então assumir que a velocidade será a mesma para o último Sprint, mas isso só funciona se o time já tive feito alguns Sprints antes. Outra maneira de calcular é através de cálculo de recurso. por exemplo, vamos assumir que estamos planejando um Sprint de 3 semanas (15 dias) com um time de 4 pessoas.

O recurso João ficará dois dias de folga, Zezinho apenas 50%, colocando tudo isso no papel ficará: I Recursos I Disponibilidade em dias I Zezinho Esta não é ainda nossa estimativa de velocidade, la nossa unidade de estimatlva são os pontos de estória, que no nosso caso corresponde I ao “dias Ide recurso ideal”. Wagner 15 IJoão Trainee -rotai 50 Dias de Recurso disponível para este Sprint Estimamos que a velocidade estimada será menor que 50. Mas quanto menos ?

Utilizamos o termo “Fator Foco” para isso: Fórmula para velocidade estimada do Spnnt: (Dias de Recurso Disponível) * (Fator Foco) = (Velocidade Estimada) Fator Foco é uma estimativa de como o time esta focado no Projeto. Um fator foco baixo si nifica que o time espera encontrar vários inconvenientes. A m a de determinar um Fator ultimo Sprint, ou melhor, a média dos últimos Sprints. Fator Foco do último Sprint. Fator Foco) = (Velocidade Atual) . (Dias de Recurso Disponível) Velocidade atual é a soma da estimativa inicial de todas as estórias que foram finalizadas no Sprint anterior. or exemplo, no ultimo Sprint complemos 18 pontos em um time de 3 pessoas, trabalhando por 3 semanas para um total de 45 Dias de Recurso. Vamos calcular o novo Sprint baseado nestes dados, para complicar imagine que chegou mais um recurso (Trainee), que totalizando dá 50 Dias de Recurso com treinamentos, feriados, I Fator Foco do último Spnnt: (40%) pontos de estória) 1(45 Dias de Recurso) Velocidade Estimada Sprint 1(50 Dias de Recurso) * 40%) = (20 pontos estória) Desta maneira a velocidade estimada para o próximo Sprint é de 20 pontos de estória.

Isso significa que o time deve adicionar estórias para o Sprint até o mesmo chegar perto de 20 pontos. [pic] Index Cards: O que são ? As reuniões de planejamento são gastas lidando com estórias do Product Backlog. Fazendo estimativas, priorizando-os, discutindo- Scrum propõe uma maneira muito mais ágil de expor os problemas que serão discutldos que são os Index Cards. Na verdade para cada item do backlog é criado um cartão e estes cartões são expostos em um mural.

EX: I [picl I Os cartões deverão onter as seguintes inform PAGF5ÜF7 Importância: Grau de importância da estória. Ex: 10—50. I Alto: Mais importante. Estimatlva inicial: Estimativa do time de quanto I trabalho é preciso, a medida é feita por pontos de estória que corresponde a “Dias de Recurso” Demonstração:Uma descrição de alto nivel de como será I feito a demo do Sprint. Observação: Outras informações.

Quebrando estórias em tarefas: A diferença entre estórias e tarefas, é que estórias são as funções que o Product Owner solicitou e que espera que elas sejam entregues. Desmembramos as estónas em tarefas unltárias de modo a istribuir as atividades do desenvolvimento da estória para toda a equlpe Ex: No nosso exemplo o quadro branco (consulta de clientes) seria a estória (item de Sprint) e os post its amarelos as tarefas deste item de backlog.

Gráfico Burndown de acompanhamento diário. PAGFsrl(F7 estimada de todo o Sprint. Na linha horizontal, marcamos o primeiro dia do Sprint, nor exemplo 10 de Augusto, e esperamos terminar este Sprint no dia 19 de Junho, a linha tracejada indica a estimativa de trabalho. A linha azul indica o trabalho realizado, no exemplo o gráfico nos mostra que no dia 16 ainda temos aproximadamente 1 5 ontos de estória de trabalho para I fazer. O gráfico é atualizado diariamente durante o Daily Scrum.

Indicadores:De acordo com o gráfico podemos tomar algumas declsbes, e saber diariamente o que esta acontecendo no projeto, se está dentro do prazo, etc… Dissecando o quadro indicador: [PiC] Retrospectiva Ao final de cada Sprint é ideal a equipe e o Scrum Master e discutir o que cada um achou da Spnnt e dar suas opiniões. A idéia central se resume na seguinte pergunta: O que podemos melhorar no proximo Sprint ? No quadro no exemplo, temos 3 colunas: 10Bom (Good): Se tivéssemos ue fazer outra Sprint, faríamos da mesma maneira.

Leave a Reply:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *