Escritos socialistas do início do século xix e pensadores liberais

Os escritores socialistas do final do século WIII Ainda durante o século XVIII, as bases para a doutrina socialista já estava sendo pensada por escritores como Morelly e o Abade Mably. Em suas obras características típicas do socialismo como as cr[ticas a propriedade privada e a ordem social já se faziam notar. Graco Babeuf foi um jornalista politico e revolucionário participante da revolução francesa, considerado como um dos pioneiros do socialismo utópico por ter defendido a criação de uma república que desse a todos os mesmos direitos.

Ao longo de sua vida se destacou pela defesa intransigente dos pobres e dos oprimid ora orruptos, o que oca n p Na prisão encontrou tros ri Darthé, com os quais cujos objetivos inclui s administradores versas vezes. omo Germain e os Iguais, um grupo igualdade social com a supressão total da propriedade privada. Foi então organizada a Conspiração dos Iguais. Babeuf arquitetou uma associação nacional de homens livres e iguais, unidos pelo trabalho e pela propriedade coletiva, que se formaria em resultado de uma revolução radical.

No entanto, na véspera do dia previsto para o levantamento, os militantes foram todos presos. Graco Babeuf e Augustin Darthé foram condenados à morte na guilhotina, e outros conspiradores oram condenados à prisão ou ao exílio. Dentre os adversários da revolução destacam-se Edmond Burke, Joseph Maistre e Vicente Cuoco. Es to page Estes autores acreditavam que a constituição política de um povo deveria ser baseada em sua própria evolução histórica, criticando desta forma os avanços baseados apenas em ideias teóricas.

Charles Fourier, Robert Owen, Henri de Salnt-Simon e o Saint- Simonismo Charles Fourier foi um dos primeiros teóricos do socialismo. Fourier sugeriu a criação de comunas de produção e moradia que deveriam abrigar centenas de pessoas e não apenas dedicar-se ? produção agrícola e industrial local, mas também dar conta das atividades lúdicas e de aprendizado intelectual. Robert Owen foi um rico industrial britânico que observou que a maioria das pessoas trabalhava e vivia em péssimas condições. roprietário de fábricas de algodão na Escócia, Owen crou uma colônia modelo onde reduziu a jornada de trabalho, melhorou as casas dos trabalhadores, abriu armazéns onde os operários podiam comprar mercadorias a preços reduzidos, impôs um controle sobre as bebidas alcoólicas reduzindo o vício e o crime, e criou creches e escolas para as crianças. O conde de Saint Simon foi um filósofo e economista francês que propôs a criação de um novo regime político e econômico, pautado no progresso científico e industrial, onde todos os homens dividlriam os mesmos interesses e receberiam adequadamente pelo seu trabalho.

Tais ideias fizeram com que Saint Simon fosse considerado um dos teóricos do socialismo utópico O Saint-Simonismo é, portanto, a doutrina baseada na defesa da sociedade sem classes, condenando a propriedade privada por promover a exploração do homem pelo homem. Exploração esta que seria extinta tão lo privada por promover a exploração do homem pelo homem. Exploração esta que seria extinta tão logo fosse possível, uma vez que consistia em um dos principais objetivos dessa reforma do sistema polítlco.

Os socialistas franceses da primeira metade do século XIX e os primeiros escritores anarquistas Pierre Leroux acreditava que a produção das riquezas era devida tanto aos esforços do indivíduo quanto a organização social que permite o individuo trabalhar eficazmente. Propunha que a distribuição das riquezas fosse realizada pelo Estado levando em consideração a quantidade de trabalho de cada individuo, a qualidade desse trabalho e as necessidades do trabalhador. Todo o seu programa de reforma social era fundado sobre uma pretensa filosofia da história, sendo que uma parte era utópica.

Louis Blanc publicou seu famoso livro “Organização do Trabalho”, onde expunha as condições de vida miseráveis do proletariado e culpava a apropriação privada de capitais e a concorrência. Para Blanc, o Estado deveria tomar emprestado algumas centenas de milhões com os quais forneceria a cooperativas obreiras os meios necessários para trabalhar sem ter necessidade de capitais privados. Com tais empréstimos, os obreiros não seriam condicionados a juros, dessa forma a cooperativa poderia azer uma concorrência ruinosa às empresas capitalistas.

Além dessa reforma, Blanc pregava ainda a necessidade de se mudar a organização política e da abolição em parte do direito de herança. Tocqueville, Comte e Hebert Spencer Alexis de Tocqueville foi um cientista social francês. Nunca obteve reconhecimento em sua terr PAGF3ÜFd Spencer Alexs de Tocqueville foi um cientista social francês. Nunca obteve reconhecimento em sua terra natal enquanto estava vivo, seu reconhecmento e fama enquanto pensador político e homem de letras veio somente muito tempo após a sua morte, em especial nos Estados Unidos e no Reino Unido.

Autor de obras como “Democracia na América” e “O Antigo Regime e a Revolução”. O objetivo de Tocqueville foi estabelecer a gênese imediata e os traços estruturais característicos da sociedade democrática que estava se formando na Europa e na América do século XIX a partir de uma análise histórica comparativa. Auguste Comte foi um filósofo francês considerado o criador do positivismo. Comte criou a “Sociedade Positivista”, onde reuniu um grande número de pensadores, publicou os volumes do “Sistema de política positivista”, cujas ideias viriam fundamentar várias correntes de pensamento político, em varias países.

Herbert Spencer foi um filósofo inglês representante do positivismo. Suas ideias se enquadravam no chamado “biologismo sociológico”. Spencer parte da definição de sociedade como um organismo, onde por analogia, apresenta processos de crescimento, expressos através de diferenciações estruturais e funcionais. Spencer afirmava a importância dos processos de interdependência das partes, bem como a da existência de unidades nos organismos e nas sociedades. O autor insistirá no fato de que, tal como nos organismos, também nas sociedades se observam fenômenos de assimilação, circulação, regulação, etc.

Leave a Reply:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *