Paper metrologia sistema informatizado

Faculdade IESA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR “SANTO ANDRÉ” AIJ OMAÇÃO EM LABORATÓRIO DE ENSAIOS E CALIBRAÇÃO Denis Fagundes 1, Luiz Cordeiro Silva 2 1 Asta Ltda, São Paulo-SP, Brasil, 2Wheaton Brasil, São Bernardo do Campo-SP, Brasil, luiz. [email protected] ar 8 to view nut*ge Resumo: O objetivo benefícios direcionad os diversos bração e principalmente aos clientes. A utilização do mecanismo eletrônlco. um software , facilita a divulgação de informações ao cliente, a rapidez, segurança e confiabilidade no envio de certificados de calibração e relatórios de ensaios, agregando alores qualitativos e quantitativos.

O sistema para automação em laboratórios tem-se mostrado grande alternativa para empresas que querem manter a qualidade dos serviços com redução de custos. Este software pode e deve ser aplicado a todas as áreas do laboratório de calibração. Este artigo mostra os conceitos envolvidos na automação, as novas ferramentas de hardware e software disponíveis, as facilidades de montagem de um programa em linguagem gráfica e muitos exemplos práticos. Palavras chave:Automaçao, Calibração, Laboratório de rapidez e segurança aos envolvidos, e como se ocorrer o sistema e implantação.

Além de apresentar o porquê ter um software de gestão em um laboratorio, este trabalho tem por objetivo demonstrar no que seu cliente vai se beneficiar desta iniciatlva, tais como qualidade, confidencialidade e rapidez. Temos no mercado diversas empresas que oferecem este serviço de implantação de software, no entanto temos que ter em mente quais os requisitos minimos para um software de gestão, para que durante o desenvolvimento da compra e de implantação do Software não nos esqueçamos que ele tem que ser competitivo em termos de qualidade e agregar serviços diferenciados.

Discutiremos então o que o mercado oferece em termos de software e de diferenciais de serviços prestados pelo software e quais esforços que um laboratório tem que buscar para implementação. 2. BENEFÍCIOS AO LABORATÓRIO. É fato que um grande número de laboratório, tanto prestadores de serviços quanto laboratórios que estão localizados dentro de uma organização, estão procurando informatização de seus sistemas de gestão e calibração para adaptar-se ao mercado de laboratórios.

Essa busca pela competitividade (em termos de qualidade, serviços agregados, condições de fornecimento, e preços) tem se elacionado a implementação de software de gestão e calibração. Mas além de trazerem uma maior competitividade ao laboratório o processo de informatização traz também inúmeros outros benefícios ao laboratório, a saber: norma, tais como NBR ISO/IEC 17025; b) Uma economia ao laboratório e a preservação da natureza, tudo em função da utilização de menos papel, tinta, etc. ue serão, em determinado período tempo descartado e são evidentes as vantagens quanto ao armazenamento, transmissão e recuperação de documentos eletrônicos, se comparados com o papel ) Fornece informação para apoio à decisão a manipulação de um grande volume de dados (armazenamento, recuperação e processamento) em curtos intervalos de tempo, dá ao computador a capacidade de produzir resultados lógicos, estáticos e gráficos, com isso pode-se obter parâmetros para apoio e decisão. d) Maior segurança quanto à confiabilidade e integridade das informações.

Como já foi dito existem inúmeros beneficios relacionado a informatização de um laboratório, estes que foram apresentados até agora são os resultados mínimos esperado na implementação de um software de gestão e calibração. . BENEFÍCIOS AO CLIENTE: Os benefícios que se seguem,objetivam discutir de forma mais abrangente, aquilo que pode ser feito com hardware e software facilitando ao cliente as informações produzidas nos laboratórios de ensaios e de calibração através de conexão on-line.

Os certificados de calibração , relatórios ou laudos de ensaios, propostas comerciais, ordem de serviços e muitos outros documentos podem ser substituídos por arquivos eletrônicos através de um computador Este software atende ao re rma ISSO/IEC 17025 pelo software. a) Maior confiabilidade na comunicação. ) Maior disponibilidade de informação. c) Redução de custos como (papel, tinta, equipamentos, cópias, transporte e mão-de-obra). ) Menor impacto ambiental. Com todos esses benefícios da tecnologia o uso de documentos eletrônicos vai além da simples consulta como por exemplo: O gerenciamento dos equipamentos de medição dos clientes. • Controle do plano de calibração dos instrumentos de medição. • Alerta ao cliente a data de vencimento da próxima calibração de cada instrumento com sete dias de antecedência. • Acesso aos certificados de calibração e relatórios de ensaios. ??? Autonomia para atualizações aos registros de instrumentos quanto a sua localização, disponibilidades e periodicidades. • Retorno de informações ao laboratório quanto a validação dos instrumentos calibrados. Um software flexível permite que o próprio usuário elabore o critério de monitoração e mensagens de aviso através do próprio software disponibilizado para as partes envolvidas.

PAGF ensaios Instrumentos ou equipamentos de clientes • Instrumentos usados como padrões • Equipamentos e instalações físicas do laboratório • Materiais, insumos e produtos envolvidos com os serviços ?? Procedimentos, normas, formulários e documentos em geral • Emprego de metodologias para cálculos de incertezas, estudos estat[sticos e projeções. Módulo do Sistema [PiC] Sistemas comerciais têm a vantagem de trazerem experiências, tanto na implementação destes requisitos, quanto a soluções que dará flexibilidade na exploração de informações. 5.

PASSOS PARA A IMPLEM UM SOFTWARE PARA dar-se inicio a uma segunda fase da implementação, que em resumo são: • Sensibilidade da organização — É quando a organização percebe que existe a necessidade e benefícios na informatização o sistema; Pesquisa e definição de requisitos – Antes de ir à procura de ferramentas é necessário levantar e definir requisitos para D sistema; • Escolha de um caminho ou padrão conceitual – Uma consideração fundamental é decidir se a informatização será feita com recursos próprios (solução caseira), os se será realizada com ferramentas comerciais dedicadas à área de aplicação em Metrologia e Qualidade; • Avaliação detalhada das opções disponíveis – Esta estudo refere-se a aderência das características disponíveis nas ferramentas com o requisitos previamente levantados; ?? Adaptação ou customização – Em geral, um software precisa sempre passar por uma adaptação no início da implantação. • Treinamento – O treinamento é a parte mais importante para troca de conhecimentos entre fornecedor e o pessoal da organização; • Implantação de dados duas maneiras.

Pode-se a – Isso ode ocorre basicamente de s iá existentes ou partir Mas em alguns casos é necessário que o sistema do laboratório tenha que se adaptar ao software, isso se deve a uma má flexibilidade do software em customização, neste caso deve-se então avaliar o software e o fornecedor quanto à flexibilidade suporte, respectivamente, para que o laboratório assegure- se no caso de alterações e novas implementações de cálculos, metodologias de calibração, e até mesmo na ocasião de extensão do escopo do laboratório para as demais grandezas e instrumentos ou equipamentos. 6. UM SOFTWARE COMPETITIVO: Durante o processo de especificações de seus requisitos, quando for pertinente ao laboratório em sua abrangência de serviço, devemos considerar o que o mercado de laboratório já esta oferecendo em termos de economia, rapidez e segurança aos envolvidos. Um diferencial de serviço, é isto o que se devem discutir, os equisitos de informatização que são realmente diferenciadores em ferramentas para gestão e automação de laboratórios são os seguintes: • Flexibilidade — capacidade que a ferramenta em si dispõe para que o usuário possa modificar seu funcionamento.

Por exemplo: capacidade de gerar consultas, gráficos e relatórios em diversos formatos; capacidade de realizar cálculos em diferentes metodologias; capacidade de modificar o fluxo de trabalho e a própria estrutura do banco de dados, etc. • Integração interna – Grau de reaproveitamento e relacionamento entre as informações de seu banco de dados, ue agilizam a entrada de dados e o cruzamento de dados envolvendo todo o sistem para o Word ou Excel, SAP, Microsiga, por exemplo). Enfim, essa nova avaliação vai cruzar com as especificações de seus requisitos com a da concorrência, visando então programar um diferencial ao seu software de gestão e calibração. 7. CONCLUSÃO: Pois que nem tudo é vantagem na informatização do laboratório, a tão procurada flexibilidade do software não e encontrada por todos os fornecedores desse serviço.

O software mais bem sucedido é o caseiro, criado pelo próprio laboratório, sendo que a sua customização seria raticamente nula, pois que o mesmo foi criado para aquele sistema especifico, e na necessidade de alterações e novas implementações no sistema poderá ser realizada pela própria equipe de desenvolvimento do laboratório, porem tendo em vista que esse processo é mais caro, POIS há a necessidade de profissionais qualificados, e sempre disponível para o sistema de informatização. REFERENCIAS: [1] Stempniak, C. R, Landgraf, W. R. , “Implementando a norma ISO/IEC 17025 com softv,’are”, Automa. [2] Raphaelli, G. N. , “Certificado de calibração e relatórios de ensaio eletrônicos”, Cali La

Leave a Reply:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *