A importância da gestão de compras no ramo de panificações

Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza Escola Técnica de Cidade Tiradentes Curso Técnico de Logistica A importância da gestão de compras no ramo de panificações Alcione Feitoza da Silva Menezes Alex Pereira dos Santos Edmilson Martins Menezes Leidiana Cristina de Freitas Marina da Silva Morato Tiago Feitoza da Silva OF43 p São Paulo 2011 Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como exigência Primeiramente a Deus que abençoou a nossa caminhada iluminando e nos guiando para as escolhas certas, pois como está escrito em Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.

A nossa amada familia que é projeto de Deus a nossa base e o nosso porto seguro, por nos aconselhar e incentivar a seguir em frente quando as coisas pareciam enroladas e confusas, obrigada família por acreditar em nós. A cada componente do grupo pela contribuição e esforço para que este trabalho fosse concluído.

Aos colegas de classe pela ajuda que mesmo estando em equipes diferentes, compartilhamos materiais e informações na trajetória deste trabalho. Aos nossos professores pelas dicas e apoio, e a nossa professora de TCC por nos direcionar, fornecer meios e ferramentas para um ótimo desenvolvimento do rojeto. “A necessidade de uma empresa comprar cada vez melhor e com parceria é ponto importante na obtenção de resultados que tornem perene a sua existência. (Hamilton Pozo) Resumo O processo de aquisição em uma empresa não deve ser visto de uma maneira isolada ele depende de vários outros fatores dentro da organização para ser efetuado com sucesso, engana- se quem acha que fazer uma compra é apenas adquirir o bem, a gestão de compras serve tanto para o empresário que deseja ser bem sucedido como para a dona de casa que procura administrar bem sua casa, a intenção é suprir a necessidade do cliente apidamente com maior lucratividade par 2 3 a intenção é suprir a necessidade do cliente rapidamente com maior lucratividade para a empresa e menor preço para o cliente, por isso requer planejamento, organização e estratégia.

A organização do estoque é fundamental, pois lá surgem os pedidos de compras, o departamento de suprimentos em uma empresa é o mais rico, portanto, merece um cuidado especial, pois também pode tornar uma empresa sadia em uma empresa falida, os pedidos devem ser feitos seguindo rigorosos critérios de aquisição para que não sobre e não falte para isso á existe o apoio tecnológico na empresa, com computadores e programas apropriados para o ajuste em tempo real dos níveis dos estoques isso depende diretamente do departamento de compras, que deve estar sempre atento para que sobre tempo hábil para efetuar uma boa negociação. A negociação deve ser feita de modo que haja menor prazo de entrega, com o menor preço e a melhor forma de pagamento.

Não podem admitir falhas nesses setores, pois se houver a lucratividade da empresa fica comprometida. O setor de compras na organização deve manter um bom relacionamento com todos os setores, arketing, fiscal, financeiro, vendas e principalmente com os seus fornecedores, esse com relacionamento garante respeito e um bom desempenho no mercado e dentro da instituição, essa é a função de compras que deseja tornar o seu negocio altamente competitivo e capaz, saber negociar, ter um bom relacionamento com os outros setores, saber fazer essa integração que se faz tão importante, detectar quando um negocio não irá sair bem e sempre que possível fazer o gerenciamento das informações necessárias para gerir uma boa aquisição.

Palavras chaves: Compras, Administração, Materiais, Negociação Abstract He acquisition 43 quisição. He acquisition process In an enterprise should not be seen in an isolated manner it depends on several other factors within the organization to be done successfully, it is misleading to think that making a purchase is only purchasing the goods, the purchasing management serves both for the entrepreneur who wants to be successful as a housewife who seeks to manage your home well, the intention is to supply the customer’s needs quickly with higher profitability for the company and lower Price for the customer, so it requires planning, organization and strategy.

The organization of inventory is critical, because there arise urchase orders, the supply department in a company is the richest and therefore deserves special attention because it can also make a sound company in a bankrupt company, the application shall be made following strict acquisition criteria and not on so do not miss it already exists in the technology support company, with computers and programs suitable for real-time adjustment of inventory levels that directly depends on the purchasing department, which must always be mindful that on a timely basis for a good negotiation. The negotiation should be done so that there is less delivery time, the lowest Price and best form of payment. They can not admit failure in these sectors, because if the company’s profitability is compromised.

The procurement division in the organization must maintain a good relationship with all sectors, marketing, tax, financial, sales, and especially with thelr suppliers, this relationship with respect and guarantee a good performance in the market and within the institution, that is the 4 43 respect and guarantee a good performance In the market and within the institution, that is the function shopping you want to make your business highly competitive and capable, able to negotiate, have a good relationship with other sectors, knowing hat this integration is so important, to detect when a business Will not succeed and where possible to manage the information needed to manage a good acquisition.

Keywords: Shopping Business, Materials, Negotiation SUMARIO 1. Introduçao Atualmente o tema de compras deve ser visto como elemento essencial dentro de uma organização, e não como algo isolado fazendo parte de todo o processo logístico e organizacional da cadeia de suprimentos. Comprar não á apenas a obtenção de materiais, bens, serviços ou matéria- prima é todo um processo que envolve seleção de fornecedores, escolha do material certo pelo melhor preço, uantidade, necessidade de obtenção, planeamento estratégico e monitoramento para se certificar que nada irá sair do contexto final, além da preocupação com os níveis de estoque para que não faltem e muito menos sobre mercadorias.

Vamos acompanhar no decorrer do assunto, como o processo de compras mudou, o que era apenas um sistema de negociação e escolha de bens para aquisição se tornou algo tão complexo longe do sistema tradicional que ainda é usado por muitas empresas que não tem conhecimento e não sabem como aplicar esse sistema em sua empresa, com os meios tecnológicos icou muito mais rápido e fácil de gerenciar esta função na organização. 1. 1. Objetivo geral: A importância da Gestão d s 3 ra suprimento da especifico: Administrar as compras de maneira eficaz para uma boa gestão de estoque. Adquirir um fluxo continuo de suprimento para o atendimento da demanda.

Gerenciar as aquisições de compras, para redução dos custos e melhorias nos lucros. 1. 3. Problemática: Na empresa objeto de estudo a falta de estratégias ou de ferramentas que auxiliem no momento da compra, prejudica, o desempenho dos seus estoques na identificação da demanda e a visualização do tempo de aquisição dos produtos, causando desta forma a escassez de alguns produtos, excesso ou obsolescência de outros, deixando de atender a necessidade de seus clientes, por fim refletindo na lucratividade da empresa . Segundo Martins (2009 Pag. 83) “Á área de compras também compete o cuidado com os níveis de estoque da empresa… “. necessário que toda organização aperfeiçoe seus estoques. ara que se chegue a um resultado positivo como redução dos custos otimização dos lucros e níveis de estoques adequados, será trabalhada a Gestão de Compras, a fim de apontar o omento e a quantidade correta para a aquisição dos produtos. De acordo com pozo (2010 pag- 137). A necessidade de uma empresa comprar cada vez melhor e com parceria é ponto importante na obtenção de resultados que tornem perene a sua existência. De acordo com Martins (2009 pag. 93) “A definição de uma estratégia correta de compras pode dar á empresa uma grande vantagem competitiva”. 1. 4. Justificativas: A funcao Compras não é 6 43 o uma atividade isolada, decisões. A atividade de compras é fundamental para prover as necessidades de materiais e serviços de uma empresa, gerenciando para adquiri-los com qualidade na quantidade orreta no momento certo. De acordo com Martins (2009 Pag. 1) A gestão da aquisição – a conhecida função de compras – assume um papel verdadeiramente estratégico nos negócios de hoje em face do volume de recursos, principalmente financeiros, envolvidos, deixando para trás a visão preconceituosa de que era uma atividade burocrática e repetitiva, um centro de despesas e não um centro de lucros. A gestão da obtenção ou gestão de compras exerce um papel estratégico dentro de uma organização, pois na atividade de compras é que se movimenta a rentabilidade da empresa, o setor e compras necessita seguir um planejamento correto para não tornar-se um núcleo de despesas, quando na realidade é um meio de lucros. Segundo Pozo (2010 Pag. 56) A função compras é Vital para o processo de redução de custos da organização, visto que, com negociações adequadas e inteligentes, o administrador de compras poderá reduzir drasticamente os gastos da aquisição de materiais e produtos necessários ao dia a dia da empresa. A gestão de compras é importante ara toda e qualquer uma boa venda sem organização, pois não s comprar. * Observar o tempo necessário para a aquisição de materiais. Analise de Cotações. 2. A Administração de Materiais. Analisando a História da humanidade, observamos que desde a pré-história os seres humanos movidos pela necessidade básica de se alimentarem, caçavam, pescavam ou colhiam frutos. Porém alguns fatores forçavam a, de forma primitiva, tomar providências de ordem administrativa, que mais tarde viriam a se constituírem nas bases da Administração de Materiais.

Aconteceram diversas transformações ao longo de milhões de anos, fazendo com que os seres humanos usassem pedras, madeiras, ossos e chifres para fabricar suas ferramentas. O ser umano passou a conviver em grupos formando comunidades, nessas comunidades passaram a dividir e organizar as tarefas, as mulheres se dedicavam a colheita de frutos e raízes e os homens a caça. Diversas transformações também aconteceram com o clima na terra, assim o homem primitivo descobriu que em determinados dias não poderiam colher, pois fenômenos da natureza não o permitiam e para não passarem fome, aprenderam a cultivar plantas e a guardar alguns frutos para as eventualidades, surgindo assim a produção e a previsão das necessidades.

Com a evolução e com a experiência que o dia-a-dia lhes fornecia, oncluíram que era possível guardar certos alimentos para consumirem mais tarde, porem notaram que alguns alimentos não podiam ser guardados, pois apodreciam, surgindo desta forma o conceito primário de armazenagem. A armazenagem dos produtos tinha de ser planejada para durarem certo tempo, criando assim o controle. pag. 7) Por volta de 10 mil anos a. c. a terra passou por grandes mudanças no clima, que ocasionou uma serie de modificações na vegetação e nos hábitos dos animais. Como consequência os seres humanos tiveram de se ajustar a um novo ambiente. O cultivo de plantas e a domesticação de animais foram duas mportantes atividades que começaram então a ser exercidas.

Continuando a examinar o passado percebemos que as operações militares, exigiam eficiência e agilidade na movimentação das tropas e de seus suprimentos, visto que em um ambiente de guerra, qualquer ineficiência poderia comprometer toda operação. A área militar já demonstrava uma sofisticada operação logística, apontando que saíram vitoriosos os melhores exércitos, aqueles bem equipados e direcionados para assim efetuar a sua missão. Os Estados Unidos da América, durante a guerra civil, (1861 a 1865) a chamada guerra de Secessão, teve como vitorioso Norte, por que seus exércitos estavam melhor equipados, alimentados e seus intendentes controlavam os quase cinqüenta mil quilômetros de ferrovias existentes. E durante a Segunda Guerra Mundial confirmou sua superioridade, com a invasão da Normandia (França) denominada amais planejada ação logistica da história.

Durante as Guerras verificou-se que apenas com soldados e estratégias, por mais eficientes que fossem nenhum exército poderia esperar bons resultados, sem munição, equipamentos reserva, alimentos, combustíveis e etc. , fornecidos continuamente, no momento oportuno e no lugar certo. Segundo Pozo (2010 pag. 8) E um exemplo excepcional da a 30 lo ística dos militares americanos foi a invasão d na Segunda Guerra Normandia, na Segunda Guerra Mundial. Na época foi denominada amais bem planejada e sofisticada ação logística da historia da humanidade. Essa Logística, utilizada pelos militares nas décadas de 40 e 50, incluía atividades de compras e aquisições, armazenagem, especificações e codificações, transportes e distribuição, planejamento e administração global. De acordo com Pozo (2010 Pag. ) A atividade logística militar na Segunda Guerra Mundial foi o ponto de partida para muitos dos conceitos logísticos utilizados tualmente. Logística: denominação dada pelos gregos à arte de calcular. Essa definição grega de logística serviu de parâmetro para os militares norte-americanos utilizarem como forma de designar a arte de transporte e distribuição de suprimentos das tropas em operações De acordo com os fatos mencionados a Administração de Materiais existe desde que a humanidade surgiu, porém, como um campo separado de conhecimento é muito mais um produto da revolução industrial, pois somente após a Revolução industrial, é que se iniciou uma administração de forma cientifica.

A revolução ndustrial como sabemos, foi caracterizada pela ecanização rápida das indústrias, multiplicando em pouco tempo o numero de bens e utilidades oferecidos ao consumidor. Antes do surgimento das fabricas, existia a produção chamada manufatureira em que um comerciante comandava a produção de vários artesãos. Os artesãos trabalhavam por encomenda, com matéria prima e ferramentas fornecidas pelo comerciante. Mais tarde por volta do século XVIII, com o objetivo de aumentar a produção, e ter o controle da matéria prima e das ferramentas os comerciantes reuniram os artesãos num mesmo lugar para executar o trabalho, des 0 DF 43

Leave a Reply:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *